Pesquisa global não está habilitada.
Ir para o conteúdo principal

Mensagens do blog por Admin User

UNICEF doa mais de 554 mil sabonetes a instituições do Rio de Janeiro

UNICEF doa mais de 554 mil sabonetes a instituições do Rio de Janeiro

Material foi encaminhado ao Instituto Municipal Nise da Silveira, no Rio de Janeiro, de onde será distribuído, com apoio do CIEDS, em resposta à crise provocada pelo coronavírus

Lavar as mãos com água e sabão por pelo menos 20 segundos: a prática é consenso quando o assunto é prevenção e combate ao coronavírus. Mas como se proteger, quando não há sabão à disposição? Esta era, até ontem, a realidade de algumas importantes instituições de assistência social do Rio de Janeiro. Mas só até ontem. O UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância) doou mais de 44 toneladas de sabonete, que serão distribuídas a oito instituições, com apoio do CIEDS. Ao todo, foram 554.064 unidades.

Foram necessários quatro caminhões para transportar todas as doações, que começaram a chegar na última sexta-feira (8) e foram armazenadas, por ora, no Instituto Municipal Nise da Silveira, unidade de saúde mental no Engenho de Dentro, no Rio de Janeiro, cuja gestão é realizada pelo CIEDS em convênio com a Prefeitura do Rio.

Os beneficiados já começaram a visitar o instituto para buscar suas doações. Foi o caso, por exemplo, de Kátia Vasques, presidente da Febiex (Federação Estadual das Instituições de Reabilitação do Estado do Rio de Janeiro), que esteve, com sua equipe, no Nise da Silveira na última segunda (11), para recolher 708 caixas de sabonetes.

A instituição, uma das beneficiadas, fará uma distribuição dentre os locais onde atua, de abrigos e núcleos de atendimento a pessoas com deficiência, aumentando, assim, a capilaridade da doação e fazendo o impacto da ação ser amplificado.

“Nós temos duas instituições, por exemplo, com um trabalho belíssimo, que têm banheiros e garantem principalmente o banho. Aprendi com eles como isso é digno para as pessoas. Às vezes, mais do que a comida, os que vão até lá buscam o banho. Saem de lá outras pessoas. Imagina esses sabonetes na mão desse povo? O que isso vai fazer de bem, né?”, contou Kátia, que notou um aumento no número de voluntários durante o período do coronavírus, em uma ampliação de sua “rede do bem”.

“Criamos um plano emergencial para a pandemia, tanto para o município, quanto para o estado. O atendimento a pessoas com deficiência continua. E os abrigos não podem parar. Há muitas pessoas querendo colaborar, e muito trabalho. As equipes estão se reinventando. A gente vê a mobilização das pessoas de fazer querer fazer acontecer.”

Além do Febiex, as demais instituições que também recebem sabonetes são: IPP (Instituto Pereira Passos), com 2.604 caixas; Degase/Seduc (Departamento Geral de Ações Sócio Educativas) e a SMASDH (Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos) ambos com 313 caixas; Visão Mundial, com 469 caixas; Av. Brasil – Instituto de Criatividade Social, com 104 caixas; Associação Beneficente São Martinho, com 115 caixas.

“O CIEDS veio aqui, a gente visitou os espaços, e escolheu a antiga lavanderia. A gente se organizou para estar tudo liberado. E sexta-feira chegaram os primeiros caminhões. A gente ajudou a descarregar e, depois que terminamos, até batemos palmas. A união faz a força, temos que nos ajudar”, contou Andreia Valente, assessora técnica do Instituto Municipal Nise da Silveira, que, ao lado de alguns CAPS, também recebeu doação de 66 caixas.

Além disso, o CIEDS vai se responsabilizar por 1.146 caixas, distribuídos junto a folhetos informativos, também doados pelo UNICEF, que tratam sobre prevenção ao novo coronavírus. O material, desenvolvido para engajar crianças e adolescentes, foi criado especialmente pela Turma da Mônica, da equipe de Mauricio de Sousa.

Autor: Bruna Santamarina


  • Compartilhar

Avaliações